Tendências

Envelopamento camuflado é nova tendência automotiva; conheça a técnica

O envelopamento camuflado de carros saiu de vez dos portões do exército para conquistar adeptos nas ruas de todas as cidades do Brasil. Isso porque a técnica, que originalmente era usada para disfarçar objetos ou pessoas em determinados ambientes, está chamando a atenção do universo automotivo e tornando-se uma boa oportunidade de negócio para as empresas do mercado de comunicação visual.

“O conceito do envelopamento camuflado veio dos Estados Unidos. A ideia é deixar o carro diferente e único, já que é quase impossível fazer dois exatamente iguais. No Brasil, os carros camuflados estiveram em alta em 2013 e, agora, estão voltando com força novamente”, afirma Roberto Vannucchi, fundador da OVERSIGN.

O grande número de admiradores da técnica fez surgir novas tecnologias que possibilitam a criação de modelos de adesivos para atender, especialmente, a essa finalidade.

Os tipos de camuflagem de carros

Com o grande número de adeptos do envelopamento camuflado, os adesivos que, antes eram vistos como soluções mais amadoras para personalizar automóveis, estão muito mais modernos e chegam até a ser confundidos com pinturas.

É possível fazer a camuflagem de um automóvel com a técnica da sobreposição, em que os padrões são criados diretamente no carro. Esse método é bastante artesanal e o resultado é totalmente exclusivo.

A maneira mais simples de conseguir o efeito é fazer a impressão da camuflagem diretamente no adesivo e aplicá-lo como uma peça única no carro. Esse procedimento costuma sair mais em conta, mas tende a ser mais padronizado e não oferecer toda a exclusividade que a sobreposição apresenta.

Apesar de alguns padrões e cores, como verde e o cinza, serem bastante comuns na camuflagem, não há uma regra a ser seguida. Tanto as empresas que oferecem esse tipo de serviço quanto os donos dos carros podem usar a criatividade. Clique aqui e relembre as boas práticas para o envelopamento de carros.

Você já conhecia a técnica do envelopamento camuflado? Compartilhe a sua experiência em nossas redes sociais e continue acompanhando o nosso canal de conteúdo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *