Oportunidades

É hora de vender brindes: saiba quais são os principais tipos de impressão

Com a chegada do segundo semestre de 2016 já é hora de começar a bater na porta dos clientes corporativos para oferecer os tradicionais brindes de final de ano. Caneta, calendário, agenda, bolsa, pen drive, copo, chaveiro e mais uma infinidade de produtos para atender esse segmento precisam passar pelo processo de customização para que cumpram a função promocional da marca. Esse apelo de marketing é conseguido graças à impressão feita em equipamentos de customização exclusiva. Justamente aí é que mora a dúvida: qual tipo de impressão analisar antes de comprar uma máquina para brindes?

Em primeiro lugar, é preciso conhecer a matéria-prima do produto (cerâmica, porcelana, vidro, acrílico, plástico e algodão, por exemplo) para, assim, fazer um check-list das características do equipamento e validar os tipos de material que imprime e as customizações possíveis de fazer. Para facilitar, leia, a seguir, os principais tipos de impressão para brindes disponíveis no mercado.

Serigrafia: processo que inclui o uso de tela vazada apenas no desenho usa um rodo para espalhar tinta em um molde e penetrar na superfície do objeto. É aplicada em camiseta, bolsa e squeeze.

Bordado: o layout em imagem é transferido para uma máquina de costura, que reproduz o desenho em produtos como bonés e mochilas.

Hot Stamping: aplicado em cases de iPad, pen drive e artigos de couro, o sistema de impressão consiste no aquecimento de uma fita dourada ou prateada que, pressionada, transfere a estampa para o brinde.

Laser: ideal para peças metálicas como caneta e chaveiro, utiliza um processo de corrosão da superfície do objeto para criar uma marca em baixo relevo.

Transfer sublimático: uma impressora com tinta especial é usada para imprimir a imagem no papel transfer, que depois é repassada para uma prensa térmica e transfere a imagem para o produto. Chinelo, caneca e camiseta são contemplados nesse sistema de transferência.

Tampografia: indicada para superfícies regulares e irregulares, a técnica transfere a imagem para um clichê em baixo relevo, que passa o conteúdo para um tampão de silicone e, por fim, grava produtos como caneta, porta-óculo e régua.

Impressão digital UV: uma imagem digital em alta resolução é impressa diretamente sobre o brinde. Ele sai pronto da impressora, sem precisar passar por algum procedimento de secagem. Materiais rígidos, semirrígidos e flexíveis, normalmente, são destinados a esse tipo de impressão.

9