Gestão

5 forças que melhoram a gestão e a rentabilidade de uma gráfica digital

A ideia de que a competição no mercado da comunicação visual é uma espécie de cabo de guerra, no qual uma empresa e seus demais concorrentes brigam incessantemente por mais vendas e clientes é muito comum. Mas, na prática, a teoria é bem mais complexa e diferente. De acordo com o professor  Michael Porter – considerado atualmente o mais importante guru da administração e maior autoridade mundial em estratégia competitiva -, o segredo para se destacar, em qualquer setor, é fazer de uma empresa um negócio cada vez mais rentável.

Diante desse cenário, acompanhe, a seguir, as principais questões que envolvem as cinco forças apontadas por Michael Porter e podem fazer você pensar e encontrar o melhor caminho em prol da rentabilidade do seu negócio. “Entender como essas cinco forças atuam no mercado faz com que o dono de uma gráfica digital, por exemplo, tenha melhores previsões sobre o que vai acontecer, podendo se antecipar com estratégias mais assertivas, focando no aumento da sua margem de lucro”, explica Allan Cormack, consultor do Sebrae do Rio de Janeiro.

Força 1: Clientes

Clientes sempre estarão felizes se pagarem menos e receberem mais. E como a competição por preços no ramo das gráficas digitais é muito grande, tendo em vista que a qualidade dos serviços é semelhante, os consumidores vão buscar cada vez mais por preços mais atraentes.

Diante disso, você precisa pensar: como a sua gráfica digital pode entregar o melhor produto, cobrando menos? De que forma você pode otimizar seus processos internos para entregar mais valor, a um custo mais baixo para o seu cliente? Como reduzir seus custos operacionais de forma a conseguir repassar isso aos seus clientes, mirando sempre o menor custo do mercado com a melhor qualidade?

Força 2: Fornecedores

Com uma mentalidade parecida com a dos clientes, os seus fornecedores vão querer sempre receber mais para entregar cada vez menos. A lucratividade deles é baseada nisso. E como boa parte dos fornecedores de uma gráfica digital são empresas grandes, que vão usar seu poder de barganha para subir preços ou insistir que você compre pacotes mais favoráveis a eles, você precisa se perguntar: de que maneira sua empresa pode se mostrar relevante para os fornecedores? Como eles podem lhe ajudar a ter uma vantagem competitiva em relação aos seus concorrentes?

Suas parcerias importam muito e caso elas não estejam lhe ajudando a manter as margens de lucro saudáveis vale a pena rever os fornecedores por outros com melhores propostas para o seu negócio.

Força 3: Produtos substitutos

Já parou para pensar que seus clientes podem estar migrando para outro tipo de serviço? Você, como gráfica digital, pode ter elencado diversas outras gráficas como suas principais concorrentes, mas de nada adianta fazer uma relação desse tipo se seus clientes estiverem modernizando suas forças de vendas com tablets, sem a presença de material impresso, e migrando para a geração de conteúdo digital.

Esse movimento é o que Porter chama de “produtos substitutos aos seus”, não sendo sempre rivais tão óbvios como os demais concorrentes, mas exercendo grande perigo para os negócios. Por isso, vale a pena pensar: o que você está fazendo para barrar esse tipo de movimento no mercado? Quais novidades tecnológicas você está procurando para deixar seus clientes sempre encantados com seus produtos ou serviços, sem tempo para olhar para o lado?

Força 4: Novos competidores

Gráficas digitais menores, entrantes no mercado, também ajudam a criar tensão. Empresas mais enxutas, quando trabalham de maneira inteligente, podem aumentar os riscos para os seus negócios por possuírem uma metodologia de trabalho mais ágil e processos mais simples, o que, naturalmente, deixa o negócio deles mais rentável que o seu.

Provavelmente, alguma gráfica digital já forçou você a vender por preços menores, não é mesmo? Então, pense em maneiras de inverter essa situação: o que você pode fazer para deixar a sua empresa mais leve? Quais processos podem ser simplificados? Como melhorar a agilidade na entrega dos seus serviços?

Força 5: Seus atuais competidores

Competição intensa reduz a rentabilidade de todo mundo. Quanto mais empresas atuantes no seu mercado, maior é a competição, o que é ótimo para o consumidor, mas para a sua gráfica digital tende a ser sinônimo de margens de lucro cada vez mais apertadas.

Que tipos de vantagens você consegue oferecer frente aos seus principais concorrentes? Quais diferenciais eles oferecem, além de um melhor prazo de pagamento, que você pode ofertar para se diferenciar no mercado e ganhar a preferência do seu consumidor?

Essas cinco forças moldam a forma de trabalho não só no setor de gráficas digitais. “Investir em cada uma delas é o melhor combustível para crescer de maneira sustentável, sem precisar de ajuda externa com empréstimos de bancos ou de terceiros, uma fonte de investimento mais cara”, conclui o especialista.

Você já conhecia as cinco forças de Michael Porter? Continue acompanhando o nosso canal de conteúdo e fique por dentro de outras novidades do setor. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *